segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Em dias frios...
Caminhos incertos e distantes começam a surgir...distantes parecem ser.
Alguns alcanço,raios quentes  e afrescos de sua textura... A tocar  o pensamento...
Ao toque trêmulo parece querer revelar arcaicas emoções interiores das águas escuras,
sem querer amanhecer...
Somos tão estranhos um ao outro que...
Nem sei o Porquê.


Preciso separa o que em mim,
você me faz ferir.
Me faz ferida,vulcão,
Explosão e rebeldia...
Você me tira o que tenho,
A razão.
Deixa-me vazia e sem rumo certo...

Saber amar é deixar alguém te amar
do jeito certo...






segunda-feira, 22 de abril de 2013

Areia a lua batendo no chão do terreiro,
Areia o barro batido subindo no ar,
Areia o menino sentado,
na beira da praia,
Areia fazendo com a mão castelo,
 no mar,
E a onda que cerquei ,
E que passou virou areia,
Nasceu no mar, E na terra se acabou ,
Virou areia.
Lenine
Quando fechar minha porta,
Não fique triste,
É que preciso ficar só ,
E colocar em ordem,
O que saiu do lugar sem que eu tenha percebido,
Juntar os caquinhos de mim,
que se quebraram,
Limpar a sujeira das arestas ,
em que se acumulou a poeiras dos tempos,
Que invadiram minha vida,
E para abrir as janelas e permitir que o vento circule livremente dentro de mim gerando vida e harmonia,
preciso fechar a porta do meu coração,
Até que me sinta pronta de novo ,
para viver uma nova vida...!!!


"Este é o meu corpo
Minhas substancias,
Doces e amargas,
Fantasias,humor,poesia,
estórias,fragmentos de conhecimento,
Imagens e memórias..."
Mastruo Bashô