segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Em dias frios...
Caminhos incertos e distantes começam a surgir...distantes parecem ser.
Alguns alcanço,raios quentes  e afrescos de sua textura... A tocar  o pensamento...
Ao toque trêmulo parece querer revelar arcaicas emoções interiores das águas escuras,
sem querer amanhecer...
Somos tão estranhos um ao outro que...
Nem sei o Porquê.


Preciso separa o que em mim,
você me faz ferir.
Me faz ferida,vulcão,
Explosão e rebeldia...
Você me tira o que tenho,
A razão.
Deixa-me vazia e sem rumo certo...

Saber amar é deixar alguém te amar
do jeito certo...