segunda-feira, 22 de abril de 2013

Areia a lua batendo no chão do terreiro,
Areia o barro batido subindo no ar,
Areia o menino sentado,
na beira da praia,
Areia fazendo com a mão castelo,
 no mar,
E a onda que cerquei ,
E que passou virou areia,
Nasceu no mar, E na terra se acabou ,
Virou areia.
Lenine

Nenhum comentário:

Postar um comentário